Manias, by Mamy

Cá estou eu atendendo ao mandado da portuguesita nota dez, expondo minhas manias e me sujeitando a opróbrio público.
Cada bloguista participante tem de enunciar cinco manias suas [vão ser dez, já vou avisando], hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogs aviso do ‘recrutamento’. Ademais, cada participante deve reproduzir este ‘regulamento’ no seu blog.


Manias de gente:

  1. Tenho mania de comprar sapatos e esmaltes. Os sapatos eu uso todos; os esmaltes… bem, eles ficam guardados lá no meu banheiro, esperando o dia que eu tiver a disciplina de fazer as unhas toda a semana.
  2. Por falar em banheiro, lá vai uma mania um tanto quanto íntima, mas é tão bizarra que tenho que revelar: todas as vezes que vou ao sanitário, tenho que tirar o batom. Pois é, não sei o que uma coisa tem a ver com a outra, mas simplesmente não consigo ficar sentada no “troninho” com batom na boca… me dá um nervoso danado.
  3. Bebo leite desnatado, mas só se for misturado com dois dedinhos de leite integral, pra dar uma “corzinha”.
  4. Tenho que cheirar meus filhos depois que eles se deitam pra dormir. Cheirar mesmo, sentir o perfume dos meninos, pra eu dormir legal.
  5. Só durmo com a perna jogada por cima das pernas do Marido. Se ele, por algum motivo, não dorme em casa, perco completamente o sono e já aconteceu de eu virar a noite acordada.

Manias de ‘periférico do PC’:

  1. Tenho obsessão pelas teclas de atalho, pois acho irritante usar o mouse, principalmente o alt+tab.
  2. Tenho a mania de fechar as janelas do MSN assim que envio minha frase da conversa.
  3. Coleciono os e-mails recebidos em pastas próprias (marido, faculdade, blogueiros etc, etc, etc…), mas jogo fora as cartas e bilhetes, pois detesto papel.
  4. Tenho que postar algo de dois em dois dias. Não admito que seja antes desse lapso de tempo e, quando se passa mais do que isso de um post para o outro, fico incomodadíssima.
  5. Só consigo corrigir os erros de grafia e concordância dos meus posts depois que os publico, relendo-os diretamente no blog. Aí, tenho que entrar no blogger e editar o texto, coisa que pode acontecer várias vezes em cada um que escrevo. Mas, fazer o que se não consigo enxergar nada de errado se não fizer assim?

Agora, lá vai a lista dos cinco bloguistas que escolhi:

  1. Roger Elias
  2. Kaka
  3. Minha vizinha Jussara
  4. Alana praieira
  5. Fer
Published in: on 24 março - 2006 at 12:08 am  Deixe um comentário  

Bão…

  • Minha alegria com o novo brinquedinho durou pouco: ele deu defeito no fone da orelha direita logo no segundo dia de uso e, depois de uma sebança danada por parte do lojista que me vendeu o trocinho, com várias violações ao Código de Defesa do Consumidor, preferi pegar meu dinheiro de volta, mas isso dá assunto para outro post, não vou falar disso agora porque estou com raiva.
  • Não vou conseguir postar tão cedo o poema do Marido – ai… outro motivo para raiva – porque o dito cujo poema recitado ficou dentro do aparelhinho que eu devolvi e eu esqueci de passar o arquivo pro PC e agora Marido não quer me dar cópia da poesia porque acha que vou mostrar pra todo mundo e todo mundo vai ficar rindo dele.
  • Com certeza, a Ana P. será uma excelente Marida de quem quer que se habilite a desposá-la, porque ela é uma menina de ouro, trabalhadeira, inteligente, estudiosa, meiga, carinhosa, romântica, escreve bem pacas, meio desbocada, mas com um coração enoooormeeeee; entretanto, fica óbvio que o candidato a marido dela tem que ser igualmente tudibão.
  • Meu próximo grande objetivo na vida é saber se Arno realmente sabe assobiar bem.
  • O meu autorádio não toca MP3.
  • Marido é super-hiper-ultra-mega-blaster-romântico e se eu contasse todas as coisas super-hiper-ultra-mega-blaster-românticas que ele já fez nesses nossos 21 anos de convívio esse blog ficaria completamente coberto de mel, açúcar de confeiteiro e glacê, a maioria das meninas que freqüentam essa bagaça morreria de inveja, o que atrairia olhares cobiçosos para Marido, formigas e abelhas.
  • Acho que ainda tem maridos tipo super-hiper-ultra-mega-blaster-românticos no mercado, mas não sei onde eles se escondem… não, não estão nas prateleiras mais destacadas, não mesmo.
  • Também não sei aonde se encomenda esse tipo de marido, pois encontrei o meu meio que por acaso.
  • Infelizmente não tenho mais meu brinquedinho para me divertir nas horas de tédio no trabalho e supermercado.
Published in: on 22 março - 2006 at 1:00 pm  Deixe um comentário