Coadjuvante

Tem gente que não nasceu para ter o papel principal, não é mesmo? Por exemplo, dá pra imaginar a Isabela Garcia protagonizando alguma novela e que, ainda por cima, tenha como atriz coadjuvante a Malu Mader? Não… é uma subversão da ordem natural das coisas. A Malu é a mocinha, não tem jeito. Pra Isabela sobra a personagem de melhor amiga.
Ei, isso é televisão! E a gente não vai querer comparar televisão com vida real, né? Mesmo porque, até mesmo na seara artística, gente que é sempre um secundário nas novelas, tipo o Pedro Paulo Rangel, pode ser o principal no teatro. Afinal, ele não tem aquele jeitão de galã, mas é excelente ator, se defende bem no “ao vivo e a cores” das produções teatrais.
Tá certo… só que não me larga a sensação de que existe essa distinção também no dia-a-dia fora da dramaturgia. A impressão de que tem gente que vai ser sempre a “melhor amiga” e nunca a “mocinha”. Que existem aqueles que estão sempre ali pra ouvir o que o protagonista tem a dizer, pontuando o diálogo com uma ou outra tirada inteligente que faz pensar. É o conselheiro, o ombro-amigo, a pessoa super legal. Mas, não tem muita importância na trama. Tanto que, na maioria das vezes, nem participa da cena final, aquela em que o par romântico encontra o nirvana do amor.
Geralmente, esse personagem secundário tem uma vida bem legal. Tem estabilidade, provavelmente tem família e emprego seguro. Não é nem feio nem bonito. Não tem grandes dilemas, não tem grandes traumas. Isso é coisa de protagonista: crises, incertezas, o “ser ou não ser”. O melhor amigo não. Afinal, se o melhor amigo começar a ter pitis existenciais, pô, aí não vai servir ao propósito de sua existência, que é dar o suporte necessário que o personagem principal precisa.
Nas telenovelas, as idas e vindas emocionais dos mocinhos e mocinhas chegam ao the end da felicidade completa. Acaba a produção artística, mas a gente pode fazer uma viagem mental e imaginar como seria a vida dos personagens depois daquele fim: o casal principal, em seu ninho de amor, vivendo a exultação de ter um ao outro num êxtase sem fim; os coadjuvantes continuando a levar a vidinha de sempre, tão estável e sem graça. Nem precisa falar que mocinho e mocinha simplesmente nem lembram mais que o melhor amigo coadjuvante existe.
E na vida real também é assim. Não… não é culpa dos atores principais, por favor, não me entendam mal. Só que já passaram todas as dúvidas, ninguém mais está em crise, ninguém tem dilema. Então, não tem mais necessidade de diálogo com o coadjuvante. Cada um, agora, leva sua existência na boa, porque, afinal, o nirvana tá aí mesmo é pra ser aproveitado. E, puxa vida, o coadjuvante entende, né? Ele tem a cabeça tão boa…
Mas, tal como na arte, no mundo real as coisas se repetem. Assim como a Malu Mader já protagonizou um monte de novelas e mini-séries sempre com a Isabela Garcia a seu lado, aqueles atores principais da “comédia da vida privada” voltam a atuar em grandes produções, cheias de dramacidade. E vão poder sempre contar com seu elenco de apoio. E sabe por que?
Porque o bando de coadjuvantes encontra emoção na vida acompanhando as loucuras e instabilidades de seus amigos-personagem-principal. Ai, meu Deus, não é só egoísmo, que isso! O secundário ama o principal, de coração. Fica arrasado com seu sofrimento, fica felicíssimo com suas conquistas. O coadjuvante sinceramente se esforça pra ser de ajuda ao mocinho e à mocinha, porque os ama mesmo. Mas, fala sério, não é tão legal ver que aquelas pessoinhas, tão interessantes e verdadeiramente brilhantes, vem até você em busca de conselhos? Claro que é! Tudo em você é tão estável que até te enjoa, mas você pode adicionar emoção à vida acompanhando os percalços do protagonista.
Aff… que horror! Quanta amargura…

Anúncios
Published in: on 24 junho - 2006 at 2:13 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2006/06/24/coadjuvante/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: