Folia de Reis

Estou em uma audiência agora – tempo real, minha gente, tempo real! – referente a um processo de oito adolescentes que estupraram uma moça de 16 anos, doente mental.

Sim, foi numa folia de reis.

Vai ser uma longa tarde…

UPIDEITI:

Bem, gente, foram cinco horas seguidas de audiência… ai… fiquei até tronxa…

Mas… vou contar um pouco do causo, porque a coisa é bem mais estranha do que eu imaginava.

Todos os meninos envolvidos eram foliões. Poeta, meu lindo, não vou questionar a seriedade da ocasião, nem vou dizer que isso só aconteceu porque era uma folia de reis. Mas, pelo menos aqui na minha terra, folia de reis é considerado um negócio meio perigoso mesmo, sempre foi. As pessoas costumam ver a coisa com desconfiança porque os foliões vão de casa em casa, bebendo e comendo e, no final da folia, já tá todo mundo tortinho. Não é incomum sair confusão.

Tá… mas acho que esse nem foi o caso. Os adolescentes envolvidos tinham, em sua maioria, 14 anos. Um só tinha 13 e mais outro tinha 17, se não me engano. Ah, e tinha um guri de 11, que não tá no processo porque menor de 12 anos é considerado criança e não responde representação por ato infracional. Junto com esses guris, estavam quatro homens adultos. Treze pessoas, portanto.

A maioria dos meninos era virgem. O de 13 anos nem conseguiu uma penetração, de tão nervoso que estava. Pelo menos outros dois não conseguiram completar o ato. Sem contar que a moça dispensou o de 11 na porta, porque ele era muito pequeno.

A garota, segundo um laudo prévio que está no processo, tem um distúrbio mental. E, pelos depoimentos dos próprios meninos, ela não deve mesmo bater bem da bola, porque, como eles disseram, foi ela quem os convidou para a prática sexual. E era ela que comandava a parada toda, resolvendo que deviam vir de dois em dois, decidia quem é que ia fazer o que, sexo anal ou vaginal, e estipulando o tempo de três minutos (!) pra cada um terminar o ato.

Os meninos foram uníssonos ao afirmar que a moça alardeava que já tinha transado com – préstenção, gente, a palavra é COM – outras duas folias. Aquela era a terceira! E, quando a polícia chegou com a mãe da adolescente na casa em que tudo isso aconteceu, ela estava lá, tranquilamente, dormindo com os rapazes.

Pois é…

Então é isso aí. As testemunhas serão ouvidas daqui a 15 dias. A moça será ouvida também. Mas acho que fica claro que isso tudo é muito anormal.

Meu Deus, onde esses meninos foram se meter?!? Olha… vejo bandidinho todo dia, a gente percebe que bandidinho tem, mais ou menos, um perfil próprio e esses rapazes não se encaixam nele. Sabe quando você entra de gaiato numa furada absurda? Foi essa a impressão que deu. Vamos ver se isso se confirma.

Published in: on 1 fevereiro - 2007 at 1:36 pm  Comments (17)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/02/01/folia-de-reis/trackback/

RSS feed for comments on this post.

17 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Não sei se a doente mental era a moça mesmo. Fica até dificil falar algo. Guenta firme aí.

    Eu guentei, Vina, eu guentei… só não fiquei muito firme… heheheeh…

  2. Peroba neles. E justiça neles. E muito amor e luz pra menina.

    Muito amor e luz pra todos os envolvidos… é tudo vítima aí, Evinha…

  3. Que mundo….meu Deus!

    Pois é… um mundo iníquo e mau.

  4. FOLIA DE REIS?! O.O

    Pois é…😦

  5. Desculpa, mas… carale*!

    Como disseram, a doente mental não é ela não…

    Tem dois meninos que apresentaram laudo comprovando distúrbio mental também.

    Força, mamy :**

  6. Ô Mamy,

    Assim eu até entendi o q tu quis dizer mas, por favor, usar o termo Folia de Reis foi péssimo. A Folia é uma manifestação popular e cultural reconhecida pela caridade, pela qualidade do canto, dos símbolos, de um monte de coisa…

    É claro, posso estar sendo chato, mas aqui no Planalto Central a gente leva a Folia de Reis bem a sério, assim como as Cavalhadas…

    Desculpaê

    Eu é que peço desculpas, Poeta. Não quis de forma alguma ofender usando esse título.

  7. Caramba! Que absurdo!!! >(

    Loucura, não é?

  8. E eu hoje tive que ficar séria ouvindo o réu completamente gago se enrolando ao responder ao juiz…

    Hahahahaha… nem me fale nisso! Já perdi a linha várias vezes, no meio da audiência, por conta de situações engraçadas assim como esta.

  9. Égua, que coisa mais absurda…

    Absurda e triste.

    =***

  10. mô pai…que bagunça~….aí fico pensando…imagina qta coisa maluca acontece e a gente nem imagina?

    Pois é… são realidades tão diferentes da nossa…

  11. Mamy, que rolo…

    Sabe, não faz tanto tempo assim que eu tinha 13 anos. E eu acho que é muita falta de noção você ir participar de uma suruba orgia com uma mina que você nem conhece e um monte de cara que devia estar locão (não vou me aprofundar no asssunto :P).

    Tipo, será que ninguém pensou na hora que isso ia dar merd*? Não tava na cara? Onde essa molecada vive, na Disneylândia?

    Não… não é disneylândia… muito pelo contrário… eles vivem num ambiente em que os valores são um tanto quanto confusos…

    Eu vejo um monte de gente pondo a culpa de tudo na adolescência e não é por aí não… sei lá, às vezes é pura falta de noção mesmo… “vamo lá, tá todo mundo ‘beudo’ mermo, então vamo causar e botar a culpa no fato de sermos novinhos…”

    Isso é verdade… mas a pressão do grupo, às vezes, é quase irresistível nessa idade.

    *E eu não sabia o que era Folia de Reis, por aqui num tem isso.:/
    *² Se você não entender algo, pode desconsiderar, tá muuito cedo! Hehehehe

    :***

  12. caramba… essa é bizarra. tanto que dá até pra dizer que ela ocorreu numa folia de reis por acaso, poderia ter acontecido num carnaval ou num reveillon da vida. bastava que esse bando de loucos se encontrasse numa ocasião desse tipo que ia dar nisso.

    Sim, sim… a folia de reis foi só o mote.

    bjos!

  13. Essa coisa toda é meio assim.
    Não sei o que comentar!
    Mas você nessas audiências… Têm que função?

    Ué! Eu trabalho com isso, né? Sou o prolongamento do teclado do computador da sala de audiências… hahahahahahahaha

  14. Entendi tudo, só queria entender o que se classifica por doença mental. Por que é muito amplo essa definição.

    Ah, sim… mas isso só uma perícia vai determinar.

    Beijos

  15. Hum, que coisa não-simples esse caso.
    O Danian tem toda razão, a Folia de Reis não tem nada a ver com isso. Aqui é na época do boi. Ou em qualquer lugar onde o álcool esteja presente. Aí, quando eu digo que beber é uma droga, me chamam de reacionária.

    Álcool e drogas… duas coisas explosivas…

    Tá, aparentemente, ninguém violentou ninguém, foi um surubão de adolescentes irresponsáveis bêbados, e os maiores de idade provavelmente vão responder pelo que fizeram os menores assistirem. Tsc.

    Exatamente, Evinha, é isso que ficou parecendo: um grande surubão. Tá louco…

  16. É uma história absurda acima de qualquer coisa… chocante. E concordo quando você diz que são todos vítimas!

    Sim, sim… não tem como ninguém sair dessa história sem grandes cicatrizes. Nem a moça e nem os rapazes.

  17. Estou passada… que história é essa!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: