Hoje levei um tombo na rua

E acho que uma das coisas mais vexaminosas que existe é cair na rua. Estava eu saindo do carro e, ao apoiar o pé pra levantar meu corpixo do banco, enfiei o dito cujo pé num buraco da calçada, desequilibrei e caí.

Caí não! Estabaquei! E euzinha estava de saia, mais especificamente saia-envolope. Alguém aí tem idéia do que é uma saia-envelope? Se vocês sabem do que estou falando, podem imaginar que dei show, né? Sim, sim… todos os presentes puderam ter o prazer (?) inenarrável de ver meus fundilhos. Uma graça.

Não doeu muito na hora e nem está doendo nadica de nada agora. Não ficou roxo, não fiquei ralada, nada disso. Mas, putz, a vontade que meu deu foi fingir um enfarto. Caí em frente a uma loja de biquinis e a mocinha vendedora veio logo me ajudar. Mas, não sei se é impressão minha, parece que ela estava segurando a gargalhada.

Então, devia mesmo ter simulado um colapso, um AVC, um ataque epilético. Devia ter deixado que chamassem a ambulância, os paramédicos. Aí ninguém ia rir, né? Ia não… o povo ia ficar com peninha…

Anúncios
Published in: on 14 fevereiro - 2007 at 5:20 pm  Comments (25)