“Comenta lá no meu blog”

Uma vez estava conversando com Trotta sobre comentários no blog. Ele falava que, apesar de não querer condicionar a existência do blog ao número de comentários recebidos, não conseguia deixar de se inquietar com a falta deles, principalmente quando preparava um post com carinho, caprichando na pesquisa, estruturando um texto o mais perto possível do excelente.

Acho que isso é assim pra todo blogueiro, não é? Quantas vezes escrevo alguma coisa com o máximo de cuidado, procurando palavras, buscando a maior clareza possível. Leio, acho ótimo e publico, imaginando que vai chover comentários na caixinha. E… puf… quase nada…

A sorte é que o contrário também é verdadeiro. Às vezes posto um treco que nem dá pra classificar como texto e logo esse post é comentado pra caramba.

Mas, alguns são mais ansiosos com isso. Tem uma moça que visita um blog que também gosto de ler e que sempre termina os comentários dela com a frase “vai lá no meu blog e deixa um comentário”. Parece até coisa de auto-texto.

Ai, um dia desses, li no blog do Alex Castro uma coisa que me soou perfeita. Basicamente, ele falava que não adianta reclamar da falta de comentários. Se a gente  quer comentários, o lance é procurar escrever de forma interessante, de forma que motive o outro a comentar.

Entretanto, ele fala ainda que pouco comentário não quer dizer que o blog não é lido ou não é apreciado. E dá o exemplo de seu próprio blog. Ele recebe uma média de 700 visitas diárias – é gente, 700 mesmo, o cara é acessado pacas – mas a média de comentários não passa de 40. Daí dá pra ver que a parcela do povo que chega a comentar é minúscula, não é?

Puzé… já tem um tempinho que relaxei com isso. Vou escrevendo o que dá vontade (ou deixando de escrever, como foi o caso do post passado) e meus miguxos comentam quando dá vontade também. Sempre pinga alguma coisa pra me deixar contente. E, tem vezes, o pessoal comenta pacas, fico até impressionada. O blog é meu lazer, minha distração e me dá muito prazer. O dia que enjoar, aí pronto, não escrevo mais.

Published in: on 15 março - 2007 at 1:08 am  Comments (24)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/03/15/comenta-la-no-meu-blog/trackback/

RSS feed for comments on this post.

24 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Olá, Claudia… tudo bem?
    Como sempre digo aos meus queridos amigos; Sinta-se à vontade em compartilhar dos sentidos lá de casa.

    Obrigada Jefferson. Principalmente por me tratar como uma de suas queridas amigas, ainda que nosso contato esteja só começando.🙂

    Sabe… lendo seu post, percebi até onde tudo isso que você escreveu é realidade. Realmente a sensação é ótima quando de quando acessamos o blog… e esta lá, por mais que sejam pingados, alguns comentários e as muitas visitas. No meu caso, por exemplo, recebo cada comentário como um abraço. Sempre leio cada um deles cautelosamente.
    Acho que os “comentários” são ótimos. Uma das maneiras de podermos ver nossa própria obra com os olhos do próximo.

    Bela definição: comentários são como abraços. Aqui no meu blog é assim. Talvez não seja essa a realidade em alguns blogs em que os comentadores acabam por criar brigas e discussões… heheheheh…

    bjos sentidos, querida… e até breve.

    jf p.

  2. Hm, hm, hmmmm… [pensando, hehe]

    Eu vejo gente que comenta por aí (não, não é ninguém que comenta no meu blog🙂 ) e parece que nem lê o que o cidadão escreveu. Algo do tipo “passei por aqui, beijomecomenta” hahahaha.

    Ai, que isso é péssimo!

    Eu acho que, quando a gente escreve, a única “obrigação” é ser o mais claro possível. Você tá escrevendo sobre você mesmo, mas muitas vezes quer uma opinião sobre aquilo. Se não estiver claro pra quem lê, fica complicado de a pessoa falar o que pensa também…

    Pois é… aí a pessoa fica sem o que comentar, né? E tem gente que não comenta por timidez, ou porque acha que não é legal, ou porque não tem mesmo nada a dizer sobre aquele assunto…

    😛

  3. Como assim enjoar?
    Tá pensando em parar é?!?

    Não, claro que não! Não enjoei ainda! Mas, se um dia enjoar, eu paro…

    Infelizmente eu já me acostumei com poucos comentários.
    Meu jeito e os assuntos que gosto de escrever algumas vezes são pesados.
    E isso gera falta de comentários até dos meus amigos.
    Mas é o jeito que gosto de escrever e que me dá prazer…
    Pelomenos tenho certeza que a Má, Trotta, Fefa e vc comentam o meu.

    Comento porque sou pitaqueira profissional, hahahahahaha… nada… seus textos me são muito agradáveis e, muitas vezes, vão ao encontro do que penso também sobre o assunto.

    Queria realmente que quem lê comenta-se…
    Afinal alguma coisa sempre se pensa sobre o que se lê!
    Mas… Fazer o que né!

    Pois é… mas pense em quantas vezes você já visitou um blog, gostou do que leu, mas não comentou nada. Acontece isso, não acontece?

  4. Sobre ontem, fiquei procurando teu email pra te mandar um, e não achei em lugar nenhum nessa página… fiquei p da vida.

    Ah, Vina, por que não mandou pro hotmail mesmo? Aff…

    Quanto a comentários, eu notei uma coisa em relação a quantidade. As vezes ele aumenta pelo texto sim, mas muitas vezes a discussão muda de foco e passa pelos comentários, ou pelo comentário de alguém que disse algo diferente.
    Então número de comentários é relativo. Como diria o outro, qualidade importa mais que quantidade.

    Essa máxima que você citou, pra mim, é verdade das mais puras. Não quero trocentos comentários do tipo “oi, passei por aqui, me comenta também, beijos”. Já deu pra notar que só comentam aqui pessoas que têm a ver comigo. Aliás, você mesmo escreveu uma vez que aqui só tem gente puxando meu saco, hahahahahahaa… menos você, que é um maldoso, feio, bobo, mas que eu amo demais.

  5. Meu comentário a esse post tá lá no meu blog!😉

    Ui! Que chique! Vou lá conferir…

  6. eu não sei qual o mail do hotmail!!!!! rs

    Ai, kct! Não sou seu contato de MSN? Clica com o botão direito em cima de meu nome e escolha a opção ‘mandar emelhos’, ou coisa que o valha. Mas, tá aí meu endereço: claudiaglyra@gmail.com

  7. Então vc pôde constatar hj o post de mierda q eu fiz.
    Nem preciso falar p/ vc passar lá…

    Ah, mona, que seus posts nunca são de mierda, tá! E se você está falando do texto sobre Pacotinho tocando sua air guitarr com você cantando, aos berros, Systen of a Down, já li e até comentei.

  8. O Clau isso acontece sim…
    Mas eu gosto de comentar blog de amigos ou afim hoje!
    Ou pelomenos que o conteudo me interesse!

    Têm muito blog de conteudo, ou blog de desenhos que acesso que acho que não cabe o comentário em si!
    Mas eu me policio! Se passo a visitar(considero isso se acesso pelomenos 1 vez dia) passo tb a comentar!

    Também faço isso, porque sei que aquele que mantém o blog que gosto de acessar espera por comentários. Mas tem vezez que é complicado comentar pela primeira vez num blog.

  9. Eu sempre comento, já disse por ai que essa é uma das coisas mais deliciosas, poder interagir com o autor. E curto quando comentam no meu tb..mesmo que seja pra discordar.
    So tive poucas pessoas desagradaveis, saca esse povo que taca um anonimo e escreve porcaria??? pois é…

    E nem tem a coragem de assumir o que falam… gente besta…

    O Alex deve ter mais acesso do que isso, esse numero, eu, que sou café pequeno tenho! com certeza, o dele bate mais do que isso.

    Você é café pequeno?!?!?!? Hahahahahahaha… eu, então, sabe-se lá o que sou, né! Hahahahahaha…

    Beijocas pra vc.

  10. Esse lance de comentários é complicado… confesso que até eu fico feliz qdo chove coment… e fico chué qdo tem só uns três… mas procuro dar importância a essas pessoas que comentaram, mesmo que não sejam a maioria das pessoas que leu… pois elas merecem sua devida importância…

    Ainda acho que a melhor maneira de se conseguir comentários em seu blog é comentando o blog dos outros. Mas comentar porque leu mesmo o texto, dar uma opinião. Acho que aumenta a chance de outros se interessarem em ler o que você escreve e comentar também.

  11. Sem dúvida, é gostoso receber comentários no blog. Mas o prazer, mesmo, é o de escrever, de se soltar e fazer isso sem pensar no que vão pensar do texto. Aí é que ele sai mais verdadeiro.

    Ah, sim! Escrever é libertador. Se fosse só pra receber comentários, bastava um fotolog, não é mesmo?

    Aliás, é super comum eu encontrar as pessoas e elas falarem de algo que leram no meu blog. Ou seja, os danados entram e lêem. Mas não comentam. Na maioria das vezes, quem comenta é quem também tem blog, quem gosta de escrever. E não é todo mundo que curte fazer isso.

    Poucos que não têm blog fazem comentários mesmo. Até porque não estão familiarizados com esse “esquema”.

    Enfim, receber comentários é muito bom, mas escrever é o máximo!

    Assino embaixo!🙂

  12. […] que li este post este eu relaxei um pouco quanto a paranóia de comentários e voltei a ficar feliz com o resultado […]

  13. Você escreve deliciosamente. Aquele fluxo de pensamento, como se estivesse aí, na nossa frente.

    Ai, Deus! Você é que é assim!

    Eu gostaria d eum dia papear contigo.
    Eu cantaria e conversaria.
    Conversaria e cantaria.
    Não seria o máximo?

    Seria o máximo meeeeessssmooooooo!!!!!!! Você até cansaria de mim, de tanto que ia pedir músicas pra você cantar, hahahahaahahahaha… seria um exploração só!

  14. Eu nunca tive paranóia com essa história de comentário pq eu fiz o blog pra escrever o que desse vontade, mas depois, como vc disse, acabo me preocupando se o texto tá pelo menos decente😀

    Imagina, Cily, seus textos são sempre muito bons de ler. Você é jornalista, menina!

    Montes de beijos!

  15. gosto quando as pessoas comentam ‘pessoalmente’ também.
    tem uma grande parte de leitores que apenas apreciam, e ficam quietinhos. é bom, tambem.

    Tudo é bom, não é? Ou não… ai, me deu uma sensação de que “caetaneamos”, hahahahaha…

    😀

  16. Eu concordo com isso, mas quando se inicia um blog, sempre dá aquela ansiedade para que o blog consiga algum sucesso. Com o tempo isso costuma passar. Eu acho, quer dizer, comigo tá melhorando…

    Que bom que tá melhorando. Ansiedade é meio incômoda…. ah… queria me controlar, mas não vai dar: VOCÊ COMENTOU NO MEU BLOG!!! ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ!!!!!!!!

    Ah, valeu pelo comentário no meu blog, e quanto ao link, bem, eu que deveria ter pedido pra linkar.

    Ah, imagina, seu blog é super bom mesmo. Não quero perdê-lo de vista nunca.🙂

  17. É…
    Nos últimos anos tenho andado sem muita (nenhuma) paciênia p postar. Mas qndo n posto, sinto falta. Consegue entender? E o resultado disso, são aqueles “postículos” q vc sabe.😦

    Não sei nada de “postículos”. Você sempre conta coisas interessantes do seu cotidiano e acho bem legal.

    Mas força na peruca! Tenho fé q um dia eu volte a ser como antes (ou não, como diria caetano).😉

    Guria! Caetano baixou na minha caixinha de comentários como uma entidade, hahahahahaha…

    Beijos

  18. certíssima ^^
    mas esse negocio de terminar o post
    “passa no meu” eu adoro excluir…
    hauhauahuaha

    É bem ruim mesmo. Mas você chega a excluir? Hahahahahahaha…

    :*

  19. Imagina pra mim entao?

    Muito raramente alguém mostra entender o q tá por trás dos meus posts. Uma boa parte é do tipo “Comentei no teu, agora comenta no meu…”

    rsrsrs

    Vc nao é desse tio e te admiro por isso…

    Bem… eu não comento seu blog só pra que você comente no meu, e você sabe disso. Comento porque te amo e porque gosto do que você escrever. Mas que tem muita coisa lá que eu não entendo nada, ah, isso tem!

    Beijos

  20. É mesmo, pouca gente comenta… Tiro pelo meu blog que recebe quase 3 visitas diárias e nem metade das pessoas comentam… :-S Tsc..

    Olha só o mimimi do Tico! Até parece… Seu blog é freqüentado – e comentado – pacas!

    rsrs!

  21. Sei lá, comentários são legais sim, ninguém pode negar. Ainda mais quando vc sabe que as pessoas te visitaram. Se teve visita, fica aquela pergunta: Por que a pessoa não comentou? Mas enfim, eu prefiro escrever o que quero, e deixar as pessoas a vontade para comentar ou não. As vezes até pergunto para alguns por que não comentaram, mas por saber que passaram por lá, mas é só.

    É uma coisa que a gente não pode cobrar mesmo. Porque, senão, fica aqueles comentários meio que vazios.

  22. Se o objetivo do post é receber comentários, parabéns para este post!!! rs

    Hahahahahaahah… eita, Vina, que você é mesmo um talento! Sujeito chato!

  23. Acho ótimo receber comentários porque muitas vezes eles são uma maneira de você descobrir como seu texto foi aceito pelos leitores.

    Feedback é tuda!!!😀

    Mas o melhor disso é o prazer de escrever!Acho que não tem comparação.Como você mesma disse,é libertador!
    Gostei muito,mas muuuuuito mesmo do teu blog.

    Volte sempre, então. A casa é sua!

    e comenta lá no meu depois!hehehehehe
    brincadeirinha!
    bjs

    Mas eu comento mesmo! Sempre visito – e comento – o blog do povo que entra aqui.

  24. […] pensando, há algum tempo, sobre uma questão que minha amiga Cláudia abordou muito sabiamente: A quantidade de comentários em um […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: