Tô à toa – mas não em Tóquio

Estou no intervalo entre duas provas aqui na faculdade. O PC do laboratório de informática é ruim que dói, coitado.

Normalmente não uso os PCs da faculdade, porque me dá nervoso tamanha lentidão. Mas é que hoje estou sozinha e com muito tempo vago. Coisa que sempre me acontece em dia de prova.

É comum eu acabar a prova antes de todo mundo. Mas isso não acontece por nenhum mérito especial meu. Simplesmente não tenho paciência de ficar muito tempo em prova. E já me dei mal várias vezes por causa disso.

Poderia elaborar mais as questões, pensar mais sobre a matéria, tentar lembrar das coisas que, na hora, não vêm à mente de jeito nenhum. Mas… ah… é um saco isso, né não?

Então, entrego a prova rapidinho e fico morrendo de tédio até dar a hora da próxima.

Published in: on 12 abril - 2007 at 9:08 am  Comments (14)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/04/12/to-a-toa-mas-nao-em-toquio/trackback/

RSS feed for comments on this post.

14 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Algo em comum!
    Eu tb não tinha paciência!
    Quando ficava era pra passar cola ou afins.
    Mas o melhor era quando eu não tinha estuda nem nada que eu simplesmente assinava a prova e entregava pro professor!
    A cara dele era impagável!
    Risos!

    Ai, Deus, você fazia isso?!?!? Não tenho essa coragem… alguma coisa eu tenho que escrever, nem que seja enrolação pura.

  2. Sou assim também… uma droga…
    Depois fico pensando: bem q poderia ter escrito mais um pouquinho…

    Pois é!!! Pior é quando a gente recebe a prova corrigida e vê que poderia ter feito melhor…:-/

  3. Quê isso!!!
    Cadê a nobre paciência? E o orgulho de fazer o melhor só por fazer?
    Eu, ao contrário, sou sempre um dos últimos a sair, não porque sou orgulhoso demais para entregar a prova sem o meu melhor. Simplesmente nem sempre estudo o suficiente mesmo.

    Hehehehe… e onde é que você estuda Pakay? Tá fazendo que curso?

  4. Hehe…to rindo por que eram os computadores da faculdade que estavam me salvando. Por incrível que pareça eram melhores do que o meu. Agora, graças a Deus e a paciência enorme do Bodas e da Má em me ajudar. ( O Bodas me dando dicas, instalando os programas, se preocupando com os erros, etc…e a Má indo e vindo me buscar, me recebendo na casa deles com toda a gentileza do mundo e etc) o computador novo chegou e está MUITO melhor do que o meu antigo.
    Ops…desculpa Clau, me empolguei no momento “agradecimento”.

    Fica à vontade, Fefa. Mi casa és su casa! Com amigos como esses, também capricharia nos elogios e agradecimentos.🙂

    Eu também sou assim, olho a prova, se não sei mto não enrolo, mesmo se eu sei, faço, entrego e me mando.
    Mas acho que já perdi mto com isso também. Sempre rolam umas “dicas” boas, se é que vc me entende.

    Sim, sim!!! E eu perco essas “dicas” também!

    Beijão!

    PS: Amanhã, RIO!!!!!!

    Ai, Fefa!! E eu nem vou poder arredar o pé daqui… tô cheia de coisa pra estudar, porque tenho prova até quarta-feira.😦

  5. Sei cumé!
    Será q um dia eu volto??
    Bom… eu pretendo tentar pelo menos.

    Volta sim! Você fazia que curso? Eu entrei na faculdade com 33 anos, tô me formando agora com 38 e acho que só vou tirar algum proveito real desse curso depois dos 40… mas não dá pra dispensar, né?

  6. Eu sou bem o contrário: faço a prova num sosseeego, hehehe…

    E não acesso meu blog nos laboratórios da facul, pro endereço não ficar gravado (discrição é a alma do negócio, ha-ha)😉

    Rapá! E o pessoal vai lá saber que o endereço é seu?

  7. Hããããã… não era aqui que deveria ter um post falando de uma aposta? ^o)

    A gente não vai postar juntos, no mesmo dia?

  8. eu nunca me irreitei por acabar antes…

    …se a nota for ruim, nada que eu não esperasse!
    …se for boa, fico com fama de fodona!!!

    huahauauhau!

    Não é que faz todo o sentido? Hahahahahah…

  9. Pior eu que sequer consigo por a mão nos computadores da universidade…

    Calouro não tem mesmo que ter direito a esses “privilégios”, ahahahahaha…

    Mas falando sobre as provas, eu também nunca tive paciência pra fazer prova, sempre fui um dos primeiros a sair, mas também sempre tive sorte pra chutar…
    Ainda assim, sempre fico com a impressão de que poderia ter uma nota maior se eu ficasse mais um pouquinho pensando…

    Ráio de costume que nos acompanha a vida toda… acho que é da personalidade, não tem jeito não.

  10. *

    esse é o mal dos impacientes que também sofro. tenho tentado mudar, mas nem sempre consigo.

    Onde vende paciência?

    lobão!
    achei que só eu lembrav dessa música.

    Coisa de quem foi adolescente nos anos 80… hehehehe…

    legal.

    *

  11. Também não tenho paciência com prova, mas tenho menos paciência ainda com computadores de faculdade! Eu já apelidei o do trabalho de Rubinho, pq o bichinho é leeeeento…

    Hahahahah… deve ser irmão dos PCs da minha faculdade então!

    Bjo!

  12. Melancolia mesmo, antes era e continua sendo.

    Ai, ai… isso é ruim, né não?

    Não quero nem pensar nas minhas provas que chegam em poucas semanas!!! O tédio entre elas é o menor dos problemas! =)

    Heheheeh… pior são as notinhas que vou tirar por conta de minha impaciência.

  13. Adoro ser professora, mas detesto corrigir provas….e lendo seu post ( aqui antes da aula..) me lembro do super pacotão que me espera em casa. Humpf!

    Ugh! Que isso deve ser muuuiiitooo chato mesmo!!

    beijos.

  14. Geralmente sou uma das primeiras também… mas simplesmente porque a sala toda adora enrolar!!!

    Má, minha linda, tu tens jeito de ser estudiosa pacas, viu!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: