Noção zero

Minha mãe é sem noção. Sim, sim, este blog até nasceu com o propósito de ser um espaço pra eu colocar as doideiras que passo com ela em nosso convívio diário.

Anteontem, por exemplo, aconteceu algo do tipo que ela sempre faz. Sintam só.

Fiquei no computador até mais de meia-noite. Esse negócio de dormir a tarde toda me deixa meio sem sono, não sei porque. Marido e filhos já estavam dormindo e pensei que minha mãe também estava.

Muito calor. Então fui tomar um banho. É bom tomar banho quando a casa toda já está quieta, sei lá, costumo ficar um tempão debaixo do chuveiro, passo sabonete esfoliante, cutuco as cutículas, passo cremes… Muito bom.

Durante o banho foi me dando a idéia de “atacar” Marido. Sim, sim, nada muito sutil, tipo pular em cima dele mesmo, do jeito que eu estava. Saí do banheiro – que fica no meu quarto – enrolada na toalha e…

… dei de cara com a minha mãe! Isso mesmo!!! Mamãzita estava no meu quarto, às 00:50 horas, me esperando sair do banheiro. É porque ela queria emprestado meu alicate de unha. Pois é…

Aí contei isso pra algumas amigas. E descobri que ter mãe sem noção não é privilégio meu. Todas elas tinham uma história parecida pra contar. Talvez eu tenha mais história porque só eu tenho minha mãe morando comigo. Mas ninguém escapa.

E eu pensei: caraca, também sou mãe; logo, também sou sem noção. É claro que meu primeiro impulso é pedir a Deus que me livre dessa falta de noção característica das mães, mas, fala sério, acho que é pedir algo comparável a transformar a água em vinho.

A verdade é que quero ser uma mãe completa. Aquela mãe que vê seus rebentos como bebês pro resto da vida. Não quero mudar essa regra, porque ela dá certo! Afinal, é por causa dessa peculiaridade que as mães são tão especiais. Tudo bem, é por isso também que as mães entram em nossos quartos às dez pra uma da manhã (afinal, bebês não transam com os maridos), mas, poxa, pelo menos alguém tem que ver a gente como um serzinho inofensivo que precisa de proteção.

E esse último parágrafo me lembrou um texto lindo que a Patrícia postou no Cintaliga. É esse tipo de mãe que quero ser mesmo.

Anúncios
Published in: on 28 abril - 2007 at 7:56 pm  Comments (21)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/04/28/nocao-zero/trackback/

RSS feed for comments on this post.

21 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Mãe pode incomodar sim!
    Mas eu acostumei com as coisas da minha!
    Quem se encomoda mais é a má! 😀
    Mas eu acho essas coisas bem o que falou!
    Carinho e coisa de quem sempre vai ser como bebe!

    A Má se incomoda porque, pra ela, sua mãe é sogra… normal…

  2. rsrsrsrs

    Eu sou completamente sem noção, admito…
    rsrsrs

    Mas você não é mãe. Não tem desculpa!

  3. Ah, pior é uma mãe que, após você dizer que vai passar a noite fora, num hotel, com o namorado, pergunta: “Fazendo o quê?”

    Hauahauahauahaua… minha mãe perguntaria a mesma coisa, hauahauahauhauahua…

    Mas vocês estão certas. Bom é ser maternal.

    Somos o que somos, né? Forçar a barra pra que?

  4. Eu quero ser mãe… minha mãe é semi sem noção. Mas se as mães não fossem sem noção, nós não a amaríamos tanto.
    E mesmo sendo meio que sem noção, ela sabe ser mãe e amiga, e sabe quando eu preciso… e tb se afasta nas pouquinhas vezes que eu não preciso!

    É isso que digo, Aninha. Mãe tem que ter uma falta de noção na medida certa.

  5. Pra pedir emprestado alicate de unha! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Acho que, daqui a uns dez anos, vou rir disso também, hauahauhauahua

    A minha tb é sem noção, elas vem com isso de fábrica!

    Então não vou lutar contra essa nossa “fabricação”, né?

    Bjo!

  6. Hehe…e aí a gente fica pensando: “Porque ela resolveu precisar do alicate de unha em plena dez para a uma da matina?” rsrsrs

    Essa é a pergunta que não quer calar!!!

    Mães são seres incomparáveis! Mas eu amo a minha!

    Obrigada pelo “incomparável”

    beijos!!!!!

  7. Ah nãããããooo!! Não seja uma mãe sem noção que trata os filhos como bebês pra sempre! Coitados!

    Eu “sejo” sim!!!

    Por que vc não pergunta pra eles qual é o tipo de mãe que é legal hoje em dia? Com certeza não é esse, hahaha!

    Não pergunto porque eles são bebês e não saberão avaliar o que é uma mãe legal pra eles, oras!

  8. Toda mãe é sem noção. É um predicado típico de todas vocês. Neste caso, porém, sua mãe foi super com noção. Afinal, você ia fazer uma loucura, pulando em cima do teu marido com um alicate de unha na mão. Que perigo!

    Huahauahauahauahua… pois é, Arnaldo, poderia ter acontecido uma lesão corporal gravíssima! E se eu resolvo pular em cima da minha mãe com o alicate de unha?!?!? Ai Deus, quanta bobagem… hauahauhauhau

  9. Adorei seu texto, Claudia! Mães são, mesmo, sem noção (ao menos, pro’s filhos)! Devo ser uma delas…

    Então você é uma ótima mãe!

  10. O problema é esse: como ter falta de noção na medida certa? Porque é fácil fácil passar da medida…

    Neutron, querido, há um postulado básico universal: as mães têm sempre razão, mesmo quando são desarrazoadas… hjauahauahauahuahua….

    E eu confesso que ri muito com o seu post, hahahahaha…

  11. Ah, esqueci! hehe

    1) você nunca postou uma foto da sua mamy! 😛

    É vero! Farei isso! Cê vai ver que sou a cara dela.

    2) o wordpress deu pau, porque eu recebi um email como se eu fosse o proprietário do seu blog… e aquele comentário estranho eu fiz no meu blog teste, vai entender… =/

    Doideira, né?

  12. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Pronto. Passou. Cara, esse post só confirmou o que eu já sabia: esse blog faz muito bem pra gente!
    Primeiro, ri um monte no post. Depois, mais um monte nos comentários.

    Você faz falta aqui, linda.

    Sobre mães sem noção… bem, tu já deixou claro que QUER ser daquelas mães que vêem os filhos como bebês pra sempre. ok. Mas, sejamos sinceras, não sei se essa é a forma mais tranquila de ser mãe.
    Quer dizer. OS FILHOS CRESCEM. Vocês querendo ou não, e acho que não ver isso é um caminho muito curto pra muitas decepções, sabe…
    Tá, também sei que isso com certeza já vem de fábrica e que tenho grandes probabilidades de ser assim quando for mãe. E que a luta do meu pai pra tentar fazer minha mami sacar que eu e meus irmãos crescemos é inglória.
    Mas ainda acho que a gente tem que tentar… acompanhar o tempo, sabe?

    Kaka, vou ser sincera, ser mãe é tão dificil, tão desafiante, a gente se preocupa tanto em não errar… olha… sua mãe, a minha, eu mesma: a gente sabe que os filhos cresceram, a gente se orgulha de ver vocês adultos, independentes, sabendo se virar. Mas a gente não quer deixar de proteger, de afofar, de consolar quando é preciso. Isso não é ser retógrada, isso não é não “acompanhar o tempo”. Isso é ser mãe. Vai por mim: você, eu, meus filhos, a gente precisa muito de mãe estilo “mãe mesmo” na nossa vida, viu!

    Beijos Mamy!
    Com noção ou sem noção eu te adoro, viu!

  13. Gostei do texto! Do seu e do Cintaliga!

    Aquele texto do Cintaliga me tocou muito, Má.

  14. Nossa, é assim mesmo. Moro sozinha, embora minha mãe e minha filha tenham me pedido pra morar com elas. Mas , no meu caso é o contrário, acho que elas é que querem me controlar, ah ah!

    Isso é possível! Querem cuidar e mimar você 24 horas por dia.

    Sua mãe né boba não! Ela sabia bem o que estava por acontecer, ah ah ah ah!

    Hahahahahaah

    Bem, mas, ligo pra minha filha todo dia, de manhã e à noite. Minha mãe também me liga, todo dia… Somos diferentes mesmo, uns seres especiais.

    Sim, somos. E isso é maravilhoso, não é?

    beijo, menina

  15. E você desisitiu do ataque ao maridão? rs*

    Claro que não, Mônica! Olha… vou te dizer: se eu desistisse de meus “ataques” ao marido cada vez que minha mãe dá o ar da graça dela, o casamento já tinha ido pro espaço há muito tempo, hauahauhauhauhaua…

    beijos, querida e bom feriado

    MM

    ps: tem peça, em cartaz aqui no Rio que se chama MINHA MÃE É UMA PEÇA que é divertidíssima, lembrei da peça quando li seu post, rsrsrsr*

    Olha! Queria ver!

    ps2: vou te linkar :o)

  16. Ah, eu teria esperado a mae dormir, e voltava ao banheiro, e recomeçava ao ataque!!!

    Hehehehe… você é sabida Mani, você é sabida…. hehehehehe

  17. minha mãe tem noção até demais…eheheheh
    mas pow essa da tua mãe deve ter sido bem brochante p ti hein!!!ela cortou o barato…rsrsrs

    Cortou não, cortou não… eu entreguei rapidinho o alicate pra ela e a coloquei pra fora do quarto, hehehehe…

    beijos clau

  18. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…..adorei: melhor exemplo de ser “sem noção” não hpa.
    Mas , como disse o Arnaldo, ser mãe é ser sem noção…..eu sou.;0)

    Somos duas, então!!! Hahahahha…

  19. O ruim é quando essa mãe que chega no quarto a 1 da madrugada é a sua sogra…Nossa mãe até entendemos, mas a mãe “dos outros” é mais complicado.

    Com certeza, Daniel!!! Então você imagina o que maridinho não tem sofrido aqui… ainda bem que, nesse dia específico, ele estava dormindo e nem se deu conta do lance.

  20. Eu juro q cairia dura e preta na mesma hora.
    Às vezes minha mãe vai em casa p/ dormir, mas eu evito trepar nesses dias, já q a gente não tranca portas por lá…

    Puzé… mas como minha mãe mora comigo, não dá pra eu usar deste expediente…

  21. Claudia espero que nao se importe por minha visita, cheguei ao seu blog atraves da Casa da Mae Joana.

    De forma alguma, fique à vontade e volte sempre que quiser 😀

    Achei otimo o texto sobre a mae, como estou tanto tempo longe da minha (um oceano nos separa), estou sempre recordando qdo vivia junto com ela…nao era muito facil…
    Hoje de uma mulher ativa, independente… o Azhemeir esta chegando e devastando toda a sua memoria….E muito triste, qdo estive no Brasil (outubro)alguns dias me conhecia outros perguntava quem era…e eu tinha que sair para nao chorar…

    Pois é… em situações assim é que a gente vê que todas as raivinhas que nossas mães nos fazem passar de vem em quando não são nada… as mães são tão importantes na nossa vida!

    Beijinhos carinhosos do outro lado do oceano


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: