Vamos ser simples e diretos, por favor?

Tem treze anos que trabalho no fórum, nove destes anos no gabinete. E meu trabalho é coisa boba: basicamente, leio o que o povo pede pro juiz fazer e analiso se é possível atender.

Bom, pra pedir alguma coisa pro juiz em um processo é preciso ter advogado. Aliás, só é possível dispensar advogado em algumas ações do Juizado Especial de Pequenas Causas. Fora isso, tudo tem que ser pedido por meio de advogado*.

Então, se meu trabalho é, basicamente, ler o que se pede, o trabalho do advogado é, basicamente, pedir por escrito. Simples, né?

Pois é… poderia ser simples se os nobres causídicos não achassem que têm que enfeitar o pavão na hora de peticionar. Putz, vou te contar, viu! Se já é pavão, não precisa de enfeite, caramba!

Agora mesmo, peguei uma petição que, visualmente, parece mais o catálogo de fontes do Word for Windows. Acho que ele usou todos os tipos que estão disponíveis no editor de texto. Sem contar que tem frases coloridas no meio da petição, tem molduras, tem negrito, tem itálico. Caraca, um horror!

Aí, vencendo minha inicial repulsa pelo layout da coisa, vou para os argumentos. Ai, ai…

Sabe quando fica evidente que o pavão tá enfeitado para encobrir a falta de conteúdo? Sabe, né? Então… o pedido foi feito de maneira errada, deixou-se de juntar documentos essenciais e ele usou uma maneira super rebuscada para se expressar. Ugh! Nem vou falar dos erros de português, porque isso já é coisa recorrente mesmo, já me conformei.

Olha… simplicidade, concisão e boa técnica são coisas raras e não têm preço.

* o habeas corpus também, que pode ser impetrado por qualquer pessoa… eu sei, tá!

Published in: on 23 maio - 2007 at 6:09 pm  Comments (18)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/05/23/vamos-ser-simples-e-diretos-por-favor/trackback/

RSS feed for comments on this post.

18 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Deve realmente ser um saco!
    Mas o cara deve ter um Q.I de 2 negativo mesmo! Risos!
    Pra achar que fontos, molduras e afins resolvem um texto mal formulado e faltando partes.
    Af!

    Pior é que tem um monte de carinhas que pensam assim. E não é só advogado não!

  2. O CARA COLOCOU MOLDURA, FONTES E CORES NUMA PETIÇÃO????

    Pelo menos o papel usado era branco.

    Realmente… existem coisas que o dinheiro não compra: inteligência, por exemplo…

    Bom senso também não…

  3. Nossa, só faltou a capa com um ursinho carinhoso…. hahahahaha

    E papel de carta perfumado!

  4. E é por isso que não gosto de “Dr.” Advogado… rs

    Tem profissional que é dose de aturar. Mas não é só advogado não. Tem de tudo!

  5. Eu acho idiota essa mania de falar rebuscado. Mesmo com o português certo, que dirá errado!

    Idiota e contraproducente….

  6. É, parece que nem todos que fizeram Direito sabem fazer direito…
    Mas olhe o lado bom, pelo menos você não tem que conversar com essa figura, porque se pra escrever já é assim, imagine se ele fizesse o pedido verbalmente…

    Tem ocasiões que os pedidos são feitos oralmente, como nas audiências, por exemplo. Aí, a maior dificuldade é se controlar pra não rir na cara dos “doutôs”, hahahahahah…

  7. *
    já olhou pro pé do pavão?
    o horror, o horror!
    *

    Pois é, pois é… esse pavão aqui tá com o pezão de fora!

  8. e eu que pensei que advogados abusassem de seu palavreado rebuscado, bom português e bom gosto!
    Ledo engano…
    aff!

    Enganadíssima, querida, enganadíssima!

  9. conta uns causossss, vai.;0)

    Ih, menina! Tem tantos!!!

  10. Nossa… enquanto lia tive a visão do texto, todo enfeitado… péssimo!

    Muito péssimo!

  11. a simplicidade é uma arte que poucos dominam, bonita.

    Disse tudo.

    beijos e bom fim de semana
    MM

  12. Nesse país tem muita coisa que só dá pra fazer através de advogado. E o restante, você tem que fazer através do despachante!

    Aff… estamos perdidos!

  13. Aff, fala sério! Que mania besta, né?
    Só faltou as lantejoulas e purpurinas!

    Com lantejoulas e purpurinas, eu jogaria a petição fora, fala sério!

  14. Credo. Odeio essas coisas muito enfeitadas.
    Como bem disseram, só faltou a purpurina!
    Bjos

    Um horror!

  15. Eu acho hilário quando vem doze páginas, sem conteudo juridico, só cheio de citações de jurisprudencia ( sem dizer porque se aplica ao caso) e recheado de texto biblico!!!

    Caraca, que ninguém merece isso…

  16. Puze…
    Mas isso eh puro corporativismo…
    Pq, no fim das contas, as coisas sendo feitas diretamente podem andar muito mais rapido sem esses chatos pra pedir as coisas pela gente….
    rsrsrs

    Hum… mas exigir que o professor de matemática seja formado em matemática não é corporativismo, né? Ou exigir que quem te atende no hospital seja médico, formado numa faculdade, não é demais, né? Ah, bebé…

  17. Brincadeira, o cara é legalmente loira.
    bjs.

    Ah, não! É muito pior!!!

  18. ahhahahhahahh!!! chorei!! é que o doutor das causas nobres imaginou que iria sensibilizar o juiz, apresentando uma folha toda enpiriquitada, trazendo algo mais do fundo da alma de quem vai julgar, baseando-se inicialmente no visual ..e depois no conteúdo.. sabe aquela máxima: a primeira impressão é a que fica? rsrs…pra vc ficou q esse advogado é um grande canalha.. mas quem sabe o juiz ficaria impressionado de outra forma. Quem sabe.

    Olha… não dá pra ter boa impressão com aquela apresentação, não dá… é muita presepada!

    bjus bom findi moça


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: