Bah…

Droguinha, nem devia ter colocado título nesse post. Mas é que acho feio textos sem títulos. Bom seria se houvesse uma só palavra pra descrever uma sensação de quase-insatisfação, de quase-descontentamento, de quase-inquietação.

Não, não…  a inquietação não tem um “quase” na frente. Ela é plena. Meleca!

Tem hora que a tal inquietação passa do plano emocional pro físico, sabia? Sério! Me dá uma espécie de formigamento na barriga. Mas não é na barriga toda não, é só do lado direito. E o formigamento sobe dos quadris em direção à axila, super engraçado. E estranho. Depende do pensamento que passa na minha cabeça. Estranho.

Inquieta por nada. Literalmente. Inquieta, talvez porque quisesse que alguma coisa diferente acontecesse. Ou talvez por saber que, se alguma coisa diferente acontece, isso não muda quase nada. Aff, olha só o “quase” aí de novo!

Já falei que estou numa de suar? Sim, sim, fazer exercício até suar. Dançar até suar, por exemplo. E estou com vontade de, a partir de semana que vem, voltar a fazer musculação. Verdade, quero suar! Quero andar na esteira, quero levantar peso. Sentir dor nos músculos. Aquela dor boa da hora do exercício, tô sentido falta. Depois isso passa, mas quero aproveitar que estou com essa vontade.

Vontade de estudar também. Estudar qualquer coisa, só pra dizer que sei de tal assunto. Bobeira… mas é que gosto de ler. Ler e estudar, pra mim, são coisas parecidas. Gosto de estudar fingindo que estou apenas lendo, como se não tivesse compromisso de aprender.

Outro dia uma colega de turma da dança de salão disse que me acha tão delicada que, quando me vê dançando, me imagina valsando com um vestido vaporoso, esvoaçante, num salão daqueles de filme antigo. Sentiram que a moça é imaginativa, né? Mas gostei da imagem mental. Só que não sou delicada não. Acho que ela confundiu costas retas e cabeça levantada com delicadeza.

De qualquer maneira, quero me sentir mais leve fisicamente. Tem a ver com emagrecer, mas não é só isso. Quero me sentir mais ágil, mais elástica, mais afinada. Não quero mais me sentir empanzinada. Tem hora que me sinto assim, como se fosse estourar. Isso é ruim.

Anúncios
Published in: on 15 junho - 2007 at 4:30 pm  Comments (8)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/06/15/bah/trackback/

RSS feed for comments on this post.

8 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Claudia,
    que elogio..??!!! Ele estava imaginando sim… voce!! Depois completou o cenário.
    E voce ainda está com essa “nhaaaca” toda???!!!

    Ah, Maria Helena… se você me visse de perto, perceberia que não sou nada delicada. Com boa postura corporal sim, mas delicada… hehehehe… sou não. 🙂

  2. Eu devo dizer que não entendi mta coisa… senti que vc parece querer se achar, seria tipo isso?? Tá perdida, Mamy??? Pede informação, viu… 🙂

    Não tô perdida não… heheheh…

    Mas assim, eu às vezes tenho uma vontade de mudar alguma coisa radicalmente na minha vida. Fazer academia, estudar alguma coisa nova, aprender a tocar um instrumento, falar com desconhecidos e quem sabe fazer novos amigos.
    E eu não consigo. Pq tudo isso implicaria uma mudança gigantesca em mim, e eu tenho medo disso.

    Medo?!? Você não é medrosa! Você não é assim! Não deve ser medo, deve ser outra coisa…

    Mas vc é linda, Mamy, é verdade!

    Ah, sim… uma lindeza mesmo, hauahauhauhauhau!!!

  3. Mulheres, mulheres….nós somos assim, né?;0)

    Ai, ai… isso nunca passa?!?

  4. Égua, aproveita que quando a vontade passa…

    Tenho que correr, né? Afinal, meu normal é não querer mexer nem um músculo!

    Faço minhas as últimas palavras da Aninha!

    Você é que é a linda aqui, tá!

    Bjs

  5. Que inquietação boa essa, bela!!!! Te faz querer suar, aprender…. Muito bom!!!!

    Hehehehe… seu comentário me fez sorrir. Você é uma fofa!

    beijocas e sorte :o)
    MM

  6. Claudia,
    Também gosto dessa dor muscular que sentimos quando nos exercitamos. Como vou à academia diariamente, só falto no domingo que é meu dia de correr na rua, estou sempre acompanhado por ela. As endorfinas são um bom remédia pra essa nhaca que às vezes no invade.

    Acho que é disso mesmo que estou precisando: endorfinas.

    Grande beijo

  7. Ahh, Mamy. Será que não são ‘aqueles dias’ o motivo da sua inquietação??
    hehe… brincadeira… 😛

    Puaf!

    É normal a gente ter vontade de mudar as coisas… e de se sentir mais leve. Acho que é isso que nos faz reavaliar as atitudes… pra melhor!
    Hoje cedo eu lembrei de você!
    Tava vindo trabalhar e tinha uma mulé fazendo caminhada… na camiseta dela tava escrito “Penedo – Rio de Janeiro, Brasil”
    Será que não é amiga sua não? 🙂

    Uia! De Penedo para o muuundooo!!!!

    E faço minhas as palavras das moças aí em cima! Você é gatona, Mamy’s! \o/

    Huahauahua… vocês são tããão fofos!!!

  8. hehehe… baixou a formiguinha da inquietação é?

    Sim, sim… vou fazê-la suar! hauhuhauhauha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: