Virgínia Berlim – uma experiência

Esse é o título do novo livro Biajoni. E vocês podem comprar o livro pelo site do Os Viralata. Façam isso!

Tem um monte de gente escrevendo, fazendo propaganda do livro, e com razão, porque esse acontecimento é mesmo uma grande coisa. Publicar um livro é uma lenha, uma lenha. Aliás, no site do Os Viralata tem uma entrevista muito legal com o Branco Leone falando justamente sobre essa dificuldade. Aliás, a idéia do Branco Leone ao fazer esse site é impressionantemente boa. Aliás, tomara que ele chegue a ganhar dinheiro com isso, é merecido.

Bom… eu não ia escrever nada sobre o Virgínia Berlim porque… ah… sei lá, acho que é porque fico tímida diante do Biajoni. A inteligência dele, o conhecimento que ele demonstra sobre a cultura pop, filmes, música, livros… fico mesmo intimidada. Sabe quando você sente que é melhor ficar calada pra não passar por burrona? Pois é.

Só que vi que alguns que escreveram sobre o livro não o leram ainda. E pensei: caraca, já li esse livro três vezes. Não é possível que eu não escreva nada! Tenho que dizer, pelo menos, que o livro é bom pacas e que vale a pena mesmo ser adquirido.

Portanto, aí vai: O livro é bom pacas e vale a pena mesmo ser adquirido, viu! É verdade. Tá certo que sou meio compulsiva com esse negócio de leitura, mas só costumo ler várias vezes um livro quando gosto muito do que foi escrito. O fato do livro andar direto dentro da minha pasta da faculdade facilitou que eu o lesse todas essas vezes, mas, poxa vida, se não fosse mesmo ótimo, eu teria tirado o bichinho de lá, não é? É sim.

O Biajoni fará noites de autógrafos em São Paulo, Rio e em Campinas, pelo que sei. Portanto, estou fazendo meus preparativos pra ir na do Rio, porque quero ver o moço de perto e quero um livro com dedicatória também. Assim que tiver as datas, coloco aqui, pois, afinal, essas tais noites de autógrafos vão virar mesmo grandes encontros de blogueiros e tem tudo pra ser bem legal.

Ah! Junto com o livro vem um CD, a trilha sonora do livro – sim, sim, o livro tem trilha sonora! – e eu não tenho esse CD ainda. Mais um motivo pra ir na noite de autógrafos.

 

 

 

Published in: on 23 junho - 2007 at 4:08 pm  Comments (12)  

Finalmente os tomates!!!

Blog com Tomates



Bão gente… como já tinha falado num post aí embaixo, ganhei tomatadas de pessoas muito especiais. Só que euzinha, ligeiramente ignorante quanto às manhas do HTML, não conseguia de forma alguma copiar o código do selinho pra colocar aqui no blog.

Maaaassss… meus problemas acabaram!!!! Porque arrumei um personal HTMLeitor tabajara pra me dar uma mãozinha!!!

Sim, minha gente, meu filhinho mais velho, o Primogênito, foi lá e copiou o codiguinho pra mim!

Só não consegui colocar o selo no template, mas acho que isso não tem jeito não… pelo que entendi, pra salvar mudanças no template, tenho que pagar alguma coisa pro WordPress. E isso eu não vou fazer, porque uma das coisas que tem de melhor em um blog é a gratuidade, hahahahahha.

Agora, pra continuar com o espírito do prêmio, tenho que fazer cinco indicações de blogs que merecem tomates também. Cinco é muito pouco pra quem é louca por blog. Fazer o que, né? Tem um monte de blog – e de blogueiros – que eu gosto muito, mas vou me limitar aos que têm tido atualizações razoavelmente freqüentes, pra mó di, se alguém for lá visitar os meus indicados, este alguém ter coisa nova pra ler.

Vamos as indicações então:

 

Coletivo de Idéias – é o blog da Aninha P, ou melhor, Miss P. E, vou te dizer, é de verdade um dos meus preferidos. Ela fala o que eu penso de uma maneira impressionante, tem hora que até me assusta. Sem contar que a Ana é minha irmã gêmea, pois nossas fotos transformadas em mangá são idênticas.

 

Publicações Vol. 3 – o blog da Má. Olha… eu não conheço a Má pessoalmente, nunca conversei com ela por MSN ou telefone. O único contato que tenho com essa menina acontece nos blogs. Mas, gente, essa moça é tão meiga, tão meiga, que eu quase imagino o tom de voz e o toque da mão dela no meu rosto. Uma delícia!

 

É por aqui que vai pra lá? – espaço do Marco Aurélio Brasil. Nem precisa falar nada, né? É até petulância minha fazer qualquer indicação de prêmio pra um sujeito que mereceria um Oscar, caso a Academia agraciasse blogs. E o que me chama mais atenção no Marco Aurélio não é a qualidade do que ele escreve ou a maneira que ele consegue transmitir uma idéia, quesitos em que ele é praticamente perfeito. O que me fisgou no Marco é o tipo de pessoa que ele é, o marido dedicado, o pai corujíssimo de uma prole lindíssima. Gente, sou fã, super fã!

Crescendo com Fé – a Juju foi uma das primeiras pessoas que eu conheci na blogosfera. O blog dela era outro, as inquietações eram outras. Bem… a verdade é que amo a Juju, vocês entendem isso? E indico o blog da Juju porque ele é exatamente o que eu acho que um blog tem que ser pro seu dono: um local de desabafo, um lugar pra você arrumar suas idéias e, também, receber o carinho daquelas pessoas que têm costume de ler o que você põe lá. Só que você tem que ser muito corajoso pra fazer isso. E a Juju tem essa coragem, é espetacular.

Baú de Tranqueiras – esse baú é do Arnaldo. Sabe quando você lê um blog e tem a impressão de que o dono dele é uma excelente companhia? Pois é… ler o que o Arnaldo escreve me dá essa sensação. Primeiro, porque ele sabe muito de música brasileira e está sempre indicando discos bons e de gente desconhecida pra mim. Depois, porque ele gosta de boa comida e, na minha cabeça, quem gosta de boa comida é bom de se conviver. E, se entendi direito, o Arnaldo é casado com a Clélia, o que torna tudo mais agradável ainda!! Afinal, o que se pode pensar de um casal com tamanha cultura musical? Queria muito sentar num boteco com os dois e conversar a noite inteira.

Pois é, gente, essa foi a distribuição de tomates. Bom seria se pudesse ser dez indicações. Ou quinze. Ou vinte. Ah, acho que todo mundo já sabe que, por meu gosto, eu ficava só indicando blog pra neguinho – e branquinho – ler.  Sirvam-se de minha saladinha e bom apetite!

Published in: on 21 junho - 2007 at 12:29 am  Comments (12)