Cromossomos X

Gente, continuo excluída do mundo digital. Internet só no trabalho e, mesmo assim, com vários bloqueios. Sem acesso a emails e sem acesso a qualquer programinha estilo MSN… aff…

Então, continuo a todo vapor minha produção de cachecóis. Estou quase acabando um que, se Deus quiser, vai pra Milão! Caraca, só tenho amiga chique, fala sério!

Neste fim de semana fui ao hospital visitar minha sogra. Olha… a coisa está muito ruim, muito mesmo. Não dá nem pra descrever e, sei lá, me parece que Marido, meu sogro e meu cunhado estão meio perplexos, sem saber como agir.

Numa hora dessas vejo que faz falta ter uma filha, uma mulher pra pensar de forma mais mecânica, mais funcional. Uma mulher pra colocar ordem na casa.

Uma das irmãs de minha sogra está lá na casa dela, mas não é a mesma coisa. Afinal, as decisões são mesmo tomadas por meu sogro e pelos filhos… se tivesse ali uma filha, provavelmente a situação estaria bem diferente.

Se esses homens da minha sogra ouvissem a irmã dela que está lá, poxa, talvez já estivéssemos com tudo menos complicado. Porque a velhinha dá uns pitacos bem certeiros. Só que eles não levam muito a sério, estão voltados pra dentro deles mesmos, procurando a solução entre eles.

Na mesma posição da tia velha estou eu e, com toda certeza, minha concunhada. A gente fala, a gente dá pitaco… mas eles não estão nos ouvindo. Eles ficam se consultando, incrédulos, perdidos.

Acho que não tinha como ser diferente. Minha sogra é uma mulher de temperamento forte, mandona, levou a vida decidindo seu próprio caminho e o caminho da família. Agora, eles estão por conta deles; ela não está lúcida, não tem como apontar a direção.

É impressionante como nós mulheres vemos as coisas de forma diferente. Primeiro de tudo, acho que a gente se abala menos com o sofrimento alheio. Sim, sim… a gente sabe que a pessoa tá sofrendo, tá doente, tá com dor… a gente fica condoída.

Mas isso, no geral, não paraliza uma mulher. Uma filha ali consolaria o pai e tranqüilizaria os irmãos. Uma filha assediaria tanto o médico responsável pelo caso – ou obrigaria alguém a assediá-lo – que logo algum passo seria dado, pra frente ou pra trás. Uma filha diria ‘vamos levá-la para casa!’ ou, ainda, ‘vamos operar a mamãe o mais rápido possível, custe o que custar!’, mas não deixaria a pobre mãe agonizando daquele jeito num quarto de hospital, sem paz, se ferindo, apavorada e deixando todo mundo apavorado em volta.

Os homens da minha sogra, e parece que a maioria dos outros homens fazem assim, estão esperando ver o que vai acontecer, se contentando com medidas paliativas, como se estas fossem trazer alguma solução. Mas a coisa toda só está piorando. E, sei lá, acho que o fim dessa história ainda está longe, bem longe.

 

Published in: on 9 julho - 2007 at 2:01 pm  Comments (18)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/07/09/cromossomos-x/trackback/

RSS feed for comments on this post.

18 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Eita, que brabo isso…
    Não sabia que as coisas estavam nesse pé…
    Tomara q tudo se resolva logo!
    Bjsssssss

    OBS.: Ontem foi mto bom!! Todo mundo aqui gostou mto!
    Voltem sempre, ok?!?

    Agora tá na vez de vocês virem aqui!😀

  2. Não tem como sedar ela????

    Eles têm feito isso durante à noite… mas nem sempre dá certo…

    (eu quero um cachecol tb)

    Cachecol no Norte?!?!?!?

  3. Homens…
    Vc disse tudo! As diferenças ficam claras nessas horas de dificuldade.
    Se pelo menos eles ouvissem…

    Se a gente der uns berros, eles ouvem…😦

    Poxa… vc acabou de sair lá do blog, eu postei. Dããããã! Imeeenso hj!

    Rapá, a gente tá sincronizada, hauahuahuahuahua

  4. Ah, mas perceba. Em qualquer situação da vida, os homens são assim, perdidos. Aquela fábula do trânsito, de que homem num pede informação em momento algum, é muito fato.

    Não é fábula. É pura realidade!!!

    Eles não vivem sem nossas decisões.

    E eu quero um cachecol tb [2]

    De que cor? Eu faço, eu faço!

  5. É, ser mulher nessas horas ajuda. Dá pra tentar “situar” um pouco os homens. Eles ficam perdidos, tadinhos.

    Porto seguro mesmo.

    E eu quero um cachecol tb [3]
    Pra que nesse calor, não sei.😀

    Essa é a pergunta que não quer calar: o que se faz com cachecol no Norte do país?!?!?

    Vou te passar por e-mail uns sites pra entrar no msn, orkut, blog mesmo sendo bloqueado. [não espalha]

    Beijo!

  6. Claudia, você nessa situação e eu lá, despejando sangue! Sorry. Mas elogiar, vá lá, agora comparar-me com o incomparável Nelson Moraes é demais da conta. Preciso agora desinflar o ego urgentemente!

    Marco, Marco, você é bom demais! E seu último post estava mesmo parecido com aquelas loucuras do Nelson Moraes que, diga-se de passagem, adoro.

    Que a fase braba se resolva da melhor maneira!

    Obrigada, meu querido.

  7. puxa vida…
    não tem nem como vocês serem ouvidas um pouquinho?

    Talvez se a gente começasse a berrar… mas dá tanta peninha deles…😦

  8. Claudia, pois eu bato na mesma tecla…neste momentos somente serenidade…
    beijinhos carinhosos do outro lado do oceano cheio de energia positiva

    Ah, linda, obrigada!

    Adriana

  9. Putz…

    É isso mess…😦

  10. Hm, eu acho que essa questão de ter mais ‘sangue frio’ pra resolver as coisas (principalmente em casos mais delicados como esse) é uma coisa de personalidade mesmo. Algumas pessoas têm isso, outras não…

    Mas eu confesso que vocês, mulheres, têm mais facilidade pra encarar essas coisas de um jeito melhor.

    E eu já disse, logo logo chega aí o caminhão de quindins que eu mandei pra te dar força.

    Eu quero emagrecer, guri!!! Huahuahuahuah…

    😉

    Mamy, que saudades! =/

  11. Da mesma maneira que nos conhecemos, http://www.netvibes.com … não sei se tem o br…
    beijos e força

    Bigada, patrão! Cê sabe que te adoro, né? Vou testar o link lá no trampo.

  12. A medicina ainda precisa evoluir muito. Força aí!

    É vero… estamos, de certa forma, engatinhando mesmo.

    Beijo

  13. Claudinha, querida, como diz meu namorado: as mulheres sempre movimentam os ambientes, rs*………………….

    Ele é um sábio.

    Espero que as coisas se resolvam :o)

    beijocas e boa semana

    MM

    ps: queria saber fazer cachecol :o)

    É facim… e é a única coisa que sei fazer em tricô também, hehehehehe…

  14. Olha Vida sem net é muito estranha!
    Não é bem vida! é Sobrevivencia…

    Vida em lan house é mais estranha ainda…😦

    Coloca eles pra lerrem o post meu do velhinho…
    Quando eu estava internado pelo Derrame…

    É… boa idéia!

    Mas não sei se isso é só coisa de mulher…
    Minha mãe parecia um zombi quando eu estava internado!
    A unica que conseguiu ter atitude foi a Má!
    Sem ela lá eu pulava facil facil pela janela viu!
    SOCORRO!

    Ah, sim! Tem a ver com a personalidade da pessoa também… mas mulher, no geral, tem mais iniciativa.

  15. Oiiii
    Te achei no blog da Raquel…..rsrsrs
    Agora tb tenho blog…, depois passa lá….ta bem….rsrs

    Gente!!!! É tudo blogueira agora?!?!?!?? Hauahauahuauahua…

    bjsss

  16. Qdo se é filha e se tem mais irmãs ou irmãos já é complicado, imagina quando não? Nora nessa hora vira nada, né? Que coisa!

    Humpf!

    Nora que não se dá muito bem com a sogra é sempre um nada, linda…

  17. Saudade docê!!
    Compra um pc novo parcelado em 24x, vai?!

    De preferência, nas Casas Bahia!!!

  18. *

    eu acho que a sua fala só confirma o que já sabemos: são as mães que decidem que homens serão os filhos – e filhas.

    mães dominadoras, dessas que ensinam que meninos tem que se preocupar com trabalho e coisas sociais, e meninas etm que ser mulherzinhas amáveis que naturalmente cuidam do âmbito familiar, cometam atrocidade terriveis.

    Por que são dominadoras ou por que ensinam que cada um tem um papel definido a se apegar?

    o papel masculino e feminino é um aprendizado social. são esteriótipos a qual podemos, em certo momento da vida, nos libertar ou abraçar furiosamente.

    eu lamento que as pessoas ainda sofram por não saber desempenhar outro papél além daquele que lhes foi imposto.

    espero que o sofrimento de vcs seja breve.

    abraço.

    Obrigada, querido… precisamos mesmo de um atalho nessa situação ruim…

    *


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: