:-S

Já aconteceu de você estar desabafando algum problema, falando de seus sentimentos mais íntimos com alguém, e sentir que a pessoa que está de ouvindo demonstra ar de impaciência?

Ou já aconteceu de você estar falando sobre seus gostos e desgostos e seu interlocutor mudar de assunto bruscamente, do nada? Ou, pior ainda, começar a falar com outra pessoa sobre alguma coisa que não tem nada a ver?

Já percebeu como é difícil ter alguém que preste atenção nos seus sentimentos? Como é raro que alguém realmente se interesse em ouvir o que você pensa?

E quando a pessoa com quem você está falando está com os olhos pregados em você, mas, se for preciso, não conseguirá repetir uma única palavra do que lhe foi dito? Já passou por isso?

Anúncios
Published in: on 31 julho - 2007 at 12:04 pm  Comments (27)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2007/07/31/s/trackback/

RSS feed for comments on this post.

27 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Já.
    Já.
    Também já.
    Já de novo.

    E o pior… já fui essa interlocutora.

    Heheeheheh… não comigo, huahauhauhau…

    Beijo!

  2. Sim… Isso é mto chato! Já leu “O monge e o executivo”?? Tem uma parte que fala disso, diz que as pessoas precisam sentir que você se preocupa com elas e uma das maneiras de evidenciar isso é ser um ouvinte ativo, que não só ouve, mas interage com os problemas do outro. Achei mto interessante e passei até a tomar mais cuidado pra não ser o interlocutor chato e despreocupado… Dá vontade de parar de falar (e deixar a pessoa saber pq vc parou de falar) qdo isso acontece!!!

    Eu paro de falar, mas não deixo a pessoa saber o porquê…

    Bjsssssssssss

  3. Egoísmo é a origem de todos os males…

    É sim… tem toda razão, patrãozinho… 😦

  4. É horrível. É uma falta de gentileza. E eu vivo me desculpado com os amigos, explicando que não é pouco caso e pedindo pra me chamar a Terra sempre quando isso acontece. Pode ter certeza que para mim é muito pior ser a pessoa a não ouvir 100%: tente lidar com Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA). Aff!

    Ah, não, Jussara!!! Não é disso que estou falando! Chateia quando é aquela coisa de desinteresse mesmo, de falta de empatia… não o DDA, seu ou de qualquer outra pessoa com esse problema. Sem contar que você é ótima companhia, viu!

  5. Ahh, já. Acho que todo mundo já passou por isso. E sabe o que é pior? Normalmente quem faz isso são as pessoas que mais gostam de “alugar” os outros…

    Rapá, é isso mesmo! É gente que dá a impressão que o único assunto importante é ela mesma! Aff…

  6. Acho que sim, viu… muito ruim!
    Mas me sinto impaciente às vezes também… nesses momentos, sou sincera e digo à pessoa pra conversarmos depois…

    Ah, sim… tem vezes que nossos próprios problemas ocupam totalmente nossa cabeça e não dá pra pensar em mais nada… ser sincera nessas horas é a melhor política.

  7. Interessante vc dizer isso, Clau. Eu passo por isso todos os dias!

    Todos os meus amigos só querem ser ouvidos, mas são pouquíssimos os que realmente me perguntam “como vc está?”. E os poucos que chegam a perguntar isso, não é uma pergunta genuína, é mais pra desencargo. Ou talvez pra eu dizer “tudo, e vc?” e assim eles poderem voltar a falar dos problemas deles. É sempre assim.

    Atualmente, além do meu pai, só tenho uma pessoa na minha vida que realmente se interessa pelos meus problemas e se preocupa em me ajudar. E é ótimo poder chamá-la de irmã.

    Você é sortudo, Pogodom… principalmente porque ela está aí pertinho de você, possibilitando o olho-no-olho.

    Beijo!

  8. Ih Clau, isso é o mais comum de acontecer. Quando você pensa que pode desabafar com alguém e começa a falar…pronto, a pessoa vem com uma bomba pra cima de vc. Ou é outro problema, que a pessoa julga ser maior que o seu ou é desinteresse mesmo.

    Ou a gente aprende a lidar com isso, ou deixa de falar, mas também de ouvir, de dar atenção, do contrário é só frustração.

    O irmão aí de cima é um dos poucos que eu ainda conto e me preocupo, me interesso, gosto de conversar, de tudo. Obrigada pelo coment, Trotta! 😉

    Beijão, Clau!

    Sabe, Fefa, que eu já gostava de você muito antes de te conhecer. E isso porque o Trotta sempre falou dessa sua característica, dessa sua preocupação com os amigos. Você é rara, viu!

  9. Sim, isso já me aconteceu.

    E já fiz isso também. Na verdade mais por culpa do meu DDA.

    DDA é algo que foge do controle da pessoa. Não é puro desinteresse.

    Gosto de ouvir as pessoas. Quando não estou com paciência para ouvir procuro arrumar um pouco. Ouvir uma pessoa na hora certa ou na hora errada pode fazer toda a diferença.

    Hitler que o diga…

    Huahuahuahua…

  10. Já e com uma pessoa que considero uma das minhas melhores amigas… E dói demais!

    Aí é pior ainda… é de cortar o coração.

  11. Acho que todo mundo já passou por isso. Mas acho que todo mundo fez isso também. A gente tem que buscar o equilíbrio. É bom ter a atenção das pessoas quando a gente está falando, mas é preciso prestar muita atenção no comportamento da gente, também. Pode ser que, no afã de querermos atenção, não estejamos prestando a devida atenção no que os outros falam. Sei lá, Cláudia. A autocrítica é sempre mais difícil que a crítica.

    Tem toda a razão. É fácil ver ‘o cisco no olho de nosso irmão e não enxergar a trave que tem em nossos olhos’. Mas tem gente que exagera nessa de não ouvir, né não?

  12. Resposta sim para todas as alternativas. Infelizmente.

    Infelizmente… 😦

  13. Sim, querida, creio que todos já passamos por isso…. É, são os tempos da música ‘tô nem aí, tô nem aí, pode falar dos seus problemas que eu não vou ouvir”….

    Ugh, que essa música é pavorosa mesmo. Em todos os sentidos!

    beijos,

    MM

    ps: escreva! conte a nós…. as vezes tem mais paciência e lealdade aqui, nos blogs, do que com ‘amigos’…..

    É verdade… tem muita gente legal nos blogs… mas não dá pra se expor muito nesse ambiente, né?

  14. ah?
    Que que vc tava falando mesmo?
    Dei uma viajadinha basica!!!
    Risos! Desculpa a brincadeira vai!

    Eu as vezes me disperso muito facil…
    Mas se eu ver que a coisa é sério eu não faço isso não!
    Mas as vezes o que acontece é que a pessoa tb pode ter algo que quer dizer e desabafar!

    Você é um bom amigo… e já me ouviu muito… 🙂

  15. ARG! Lembrei da minha querida sogrinha… Tudo que a gente tá contando ela interrompe com um enorme: “Sim! E resumindo?!”

    ¬¬

    Aff… que agradável senhora ela é…

  16. Olha… vou ser obrigada a confessar que às vezes eu viajo mesmo. Mas quando eu viajo, eu ainda digo “desculpa, viajei, não entendi a última parte”.

    Pelo menos você é sincera.

    Mas em geral me importo E DEMAIS DA CONTA com as pessoas à minha volta.

    Com relação ao fato dos seres humanos não ligarem para o sentimento uns dos outros, sempre foi assim. Não é normal. Mas sempre foi assim. Raros são aqueles que querem realmente saber como você se sente, ao invés de ficar descarregando um trem de tristeza e melancolia em cima do seu ser.

    Raros. Esses são raros. [pra mim pelo menos…]

    Raridade mesmo… ai que triste… 😦

  17. [aliás

    e by the way, eu viajo pra caramba quando minha gerente fala comigo. mas ela não é um ser humano. ela é um basilisco]

    Huahauahuahauhauhauhau…

  18. kkkkkkkkkkkkkkk

    Eu sou muito assim, Mamy…

    Totalmente desligado…

    Mas pero no Mucho..

    hehehe

    P.S.? De vorta, a mula ja ta em Brasilia

    Mula?!?!?!? Ai, ai… o romantismo morreu…

  19. *

    quando descobri que as pessoas seguem um padrão, criei um pra mim: meus problemas, meus ouvidos.
    assim não perco mais amigos.

    Mas… a gente tem que se fechar em concha mesmo?!?

    *

  20. Já, milhões de vezes… Já devo ter feito muitas, também, apesar de ser um ótimo ouvinte. Mas depois eu sempre me arrependo…

    Pois é… a gente comente muita desatenção também…

  21. Vixe, Claudia, e como isso acontece comigo. Eu costumo ouvir muito mais do que falar, e acho que por isso mesmo me chateio quando percebo desinteresse de quem está (deveria estar) me ouvindo…
    Tem muita gente que adora falar, mas tem uma deficiência enorme para escutar…

    Esse é o ponto: a gente ouve tanto e, na nossa vez, cadê?!? Saco…

  22. Tanto já vivi isso, quanto vivo isso muitas vezes, quanto já fui eu quem fez essas coisas com outras pessoas!
    Infelizmente, a maioria de nós está voltado somente para si mesmo, então acaba fazendo essas coisas até sem perceber!
    Por isso que eu acabo desistindo de falar N coisas que fazem parte da minha vida, por ver que pessoas ao meu redor não dão a mínima para isto…
    Mas sim, existem os que se preocupam, e esses são os que eu realmente valorizo.

    Esses são pérolas, jóias raras!

    Beijocas!

  23. Adendo:
    E se tem uma coisa que eu sinto, é solidão. Nessas horas é que vc sabe com quem realmente vc pode contar, e quem realmente se importa com vc.
    Espero poder ficar melhor para poder ser também a pessoa com quem os outros possam contar… no momento, tá difícil de eu contar até comigo!
    Mas enfim…

    Você vai ficar bem, Juju… é só questão de tempo e paciência. Te amo!

    Bjus!

  24. http://baixaki.ig.com.br/download/Windows-Live-Writer.htm

    taíí =)

  25. mais um! http://baixaki.ig.com.br/download/BlogJet.htm

    Nenhum dos dois serviu… 😦

  26. E quantas vezes eu falei, falei sem parar, e fui indelicada a ponto de não perceber que a pessoa não queria escutar aquilo naquele momento, queria fazer outra coisa.

    Tudo tem dois lados.

    Verdade… mas, sei lá… sou meio sensível a esse tipo de coisa… não consigo continuar falando…

  27. Sim, certamente.
    Com essas pessoas nem converso ou desabafo. Fico no quesito amenidades.
    Mesmo quando algo está doendo.

    Pior que enche tanto o saco que até as “amenidades” ficam pra outro dia…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: