Devo, não nego, e tô pagando agora!

Dois mêmes!

Pois é… tenho duas indicações de mêmes pra “pagar”. Por algum motivo que desconheço, quase não sou indicada pra mêmes e, ainda assim, não dou conta dos que me passam.

Même é uma coisa engraçada. Não vou dizer que gosto, mas também não posso falar que acho ruim. Tem os que são bem legais, tem outros que são uma bobagem sem tamanho. E é impressionante como um blogueiro de talento consegue um bom texto com os mêmes mais improváveis.

Mas, vamos ao pagamento da minha dívida! E por ordem cronológica, que fica melhor.

O primeiro même se chama “Corrente da amizade” e me foi indicado pela mais chique e mais linda de todas as blogueiras, a Maria Helena. Ai, que ironia responder a esse même agora! Mas, tudo bem, tudo bem…

Tem o enunciado da corrente, que passo a copiar e colar aqui:

“O objetivo dessa corrente é estreitar os laços que unem os blogueiros que compartilham conhecimentos, artes, idéias, experiencias, amizade, etc e tal.

A Corrente da Amizade, não tem selo e não tem prêmios, é apenas uma declaração de amizade da parte de quem a oferece. “

E agora preciso listar dez amigos que, se tiverem com disposição, vão passar a corrente pra mais dez amigos e assim por diante… cês sabem – né gente? – é um même.

Minha listinha:

 

Ana P.

 

Arno

 

Eva, Luciana e Patrícia Köhler

 

Juju

 

Juju Falmiga

Jussara Soares*

 

Neutron

Poeta Matemático

 

Trotta

Vina

Acabei listando doze… dez amigos é muito pouco, mas vocês não reparam não, é assim mesmo. A gente sempre deturpa um pouco esses mêmes, não tem jeito.

*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*

Bom… agora o segundo même, que é um pouquinho mais trabalhoso, foi me passado por Mani. A Mani merece figurar na listinha acima com louvor, mas aí seria link demais pra ela, né não? Pois bem, é o famoso “même da página 161”. Então, lá vai!

1. Pegar um livro próximo (PRÓXIMO, não procure):

Putz… não tem livro próximo… vou ter que ir lá no quarto… peraê…

Pronto! É a Bíblia Sagrada, o que é engraçado, pois não se trata de um único livro, mas uma compilação de 66 livrinhos.

2. Abrir na página 161:

Abri… é o livro de Levítico, capítulo 16, onde se regula o procedimento para o Dia da Expiação, um dos ritos mais importantes da adoração do antigo Israel.

3. Procurar a 5ª frase completa:

Gente, olha aí a minha ignorância se fazendo presente: frase completa é de ponto final a ponto final? Ou serve outros sinais de pontuação? Não sei… mas vou escolher a opção “de ponto final a ponto final”.

4. Postar essa frase em seu blog:

Então, a quinta frase é: “E isto vos tem de servir de estatuto por tempo indefinido, a fim de se fazer expiação pelos filhos de israel, uma vez por ano, com respeito a todos os seus pecados.” Essa é última frase das regras do tal Dia da Expiação. Quer dizer, o povo de Israel tinha que seguir todo o procedimento com respeito ao Dia da Expiação anualmente, se quisesse o perdão dos pecados.

5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro:

Tá… já entendi isso… fiz direitinho, viu!

6. Repassar para outros 5 blogs:

Ixi! Indicação… indicarei, portanto, a Tatiana Rocha, a Sammia, a Fefa, a Tati Tatuada e a Pritti.

Pronto… tá pago. Gente… beijins e até mais ver!

 

*ah, amiga, ontem almocei sozinha em VR… precisava tanto de você lá comigo, pra gente dar aquelas gargalhadas de chamar a atenção dos que estão sentados próximos… mas sabe: pensando em você, resolvi ir no restaurante em que a gente fez nossa despedida e fiquei lembrando da gente lá, alugando o garçon, fofocando… saudade, Jussara, saudade…

Published in: on 30 outubro - 2007 at 9:03 am  Comments (12)  

Passa!

Mal o dia inteiro. Mal…

Não vou falar nada, porque não é um troço muito comum…

… mas o dia tá acabando.. ainda bem…

Published in: on 29 outubro - 2007 at 8:38 pm  Comments (7)