Fui ver outro filme de monstrinho

Gente!!! Eu adoro filme de monstrinho!!! Qualquer tosquice, tal como Alien, Sinais e até Gremlins, me diverte demais.

E eu gosto de ver filme de monstrinho no cinema pra ter aquela sensação da tela grande, tudo escuro… poder levar susto mesmo.

Então que eu fui assistir Cloverfield. E é claaaroooo que eu adorei, né!

É muito diferente. Acho que todo mundo aqui já sabe que o filme retrata o ponto de vista de uma das vítimas do monstro, né? Sim, sim, tudo está sendo filmado por um carinha, numa dessas câmeras filmadoras comuns. A princípio, ele estava filmando uma festa, mas, quando começa o ataque à cidade, ele passa a registrar tudo o que se passa.

Dá pra imaginar a correria, a quantidade de vezes que ele filma o próprio pé, a câmera caindo no chão, tudo tremido e fora de foco, os gritos do cara e de quem tá perto dele? Sem contar que a filmagem não mostra quase nada e não dá pra entender direito o que se passa, a não ser a perplexidade de todo mundo que tá vivendo aquilo. Pois é… é assim… e é muuuiiitooo legal!

O monstro é feio, nojento e muito mau. E parece que é infestado de uns parasitas tão feios, nojentos e maus quanto. Onde o monstro não chega, os “piolhos-de monstro” vão. Não tem escapatória. Ugh… dá um nervoso!

Fala sério, quem não assistiu ainda, vai ver, porque é show de bola! E todos nós nos pouparemos de enfrentar mais uma resenha pessiminha vinda desta que vos escreve.

Anúncios
Published in: on 29 fevereiro - 2008 at 10:25 am  Comments (17)  
Tags: , ,

Preciso contar pra vocês…

… dos livros que li essa semana – é, eu leio mais de um livro ao mesmo tempo – que gostei demais e me encheu de assombro pelo poder do ser humano em face dos cerumanos. Foram dois: Desonrada, um depoimento de Mukhtar Mai, mulher paquistanesa, camponesa, pobre e analfabeta, que foi condenada à pena de estupro coletivo por conta de um suposto crime cometido por seu irmão de doze anos, e o Anuário das Testemunhas de Jeová 2008, que conta a história das Testemunhas de Jeová na antiga URSS.

Mas agora não dá tempo… então, retirem o vale-post e apresentem no guichê em momento oportuno.