E o bloquinho?

Vamos, então, falar de um dos assuntos que anotei no bloquinho: Clarice Lispector. Pois é, eu gosto muito da Clarice Lispector.
Por óbvio, não li tudo o que ela escreveu. E não pensem que eu gosto de tudo que li da Clarice. Não, não! Alguns livros que li, tipo o “A hora da Estrela”, achei chatíssimo. A mulé escreve, escreve, escreve, parece que nem pára pra respirar. Parágrafos enooormeeesss, elocubrações exaustivas. Aí eu não gosto.
Mas tem uns contos… ah… contos que são maravilhosos! Nestes, os devaneios dela, as viagens mentais, tomam a medida exata do meu agrado. Deus do céu, como é que ela consegue atribuir tamanho significado a coisas aparentemente tão banais? Não sei. Mas me identifico porque sou um pouco assim também, vejo coisas onde, aparentemente, não tem nada. Clarice Lispector tem muito talento pra escrever sobre essas coisas.
E o humor de alguns textos? “A quinta história” é um retrato perfeito do senso de humor de Clarice e me agrada tanto. E as histórias de família. Gente, as histórias de família que Clarice conta são quase cruéis. Não tem como não se enxergar ali. Não tem normalidade mesmo em nenhuma família. O egoísmo das pessoas… alguém consegue ler “Viagem a Petrópolis” sem se sentir um crápula, sem chorar por ter se visto naquela família sem compaixão?
E Clarice se questiona o tempo todo. Questiona suas próprias motivações, se analisa. Em algumas crônicas ela fala de sua vida, dos pais, professores, filhos. E aí ela demonstra que entende o sentido das coisas além do que se é dito. Ela lê nas entrelinhas e explica pra gente o que tem lá.
Então, é por isso que gosto de Clarice Lispector. Gosto, porque me exergo em muitos de seus texto. Gosto, porque tem coisas que sinto de uma forma muito parecida com o jeito dela sentir. Gosto, porque ela parece ser uma mulher igual a mim, daquelas que pensa muito, o tempo todo preocupada com o significado dos gestos e das palavras dirigidas ao outro.
Foi disso que me lembrei quando reli Clarisse Lispector.
Published in: on 22 fevereiro - 2008 at 11:13 am  Comments (9)  

The URI to TrackBack this entry is: https://loucaporblog.wordpress.com/2008/02/22/e-o-bloquinho/trackback/

RSS feed for comments on this post.

9 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Ler e se identificar com algo é realmente maravilhoso não é?

    Ainda não parei para ler nada relacionado a esta escritora, mas conheço muito por nome.

    Gosto de livros ao estilo de alguns do Paulo Coelho, como “Na Margem do Rio Piedra, sentei e chorei”, o clássico “O Alquimista” que mesmo com toda a ficção, nos ensina a não desistir de nossos verdadeiros sonhos, porque a vida vai nos recompensar, ela somente recompensa aqueles que verdadeiramente lutam.

    Livros e romances medievais também me interessam, romances espíritas, como “Violetas na Janela”.

    Pena que é raro um rapaz de 22 anos ler algo, fico feliz em ser um…

    bjus e abraços para a minha chará/xará/xxxxxaaaará
    rs…

    É, xará, não temos o mesmo gosto pra leitura. Mas quem gosta de ler já tem vários pontos comigo. Meus meninos, por exemplo, gostam de ler e eu fico toda feliz de imaginar que pode ter sido meu exemplo que fez eles tomarem esse gosto. Por falar em menino: você tem 22 anos?!?!?! Que pirralhinho!!!! Huahahuahuahuahau…

  2. Clarice Lispector é coisa de mulherzinha.🙂

    Ah!! Só me faltava essa agora!!!!

  3. Aaaahhhhhhh se eu te contar que nunca, nunca mesmo, li nenhum livro ou conto de Clarice Lispector, vc acredita???

    Acredito, claro… mas você devia ler.

    E sei lá, por mais que eu goste demaaaaais de ler, não tenho vergonha nenhuma de assumir isso, pq eu sou muito mais Machado de Assis e suas visões altamente realistas da humanidade. Pq será que me identifico com ele???

    Por isso que acho que você vai gostar de Clarisse Lispector.

  4. Mas ser assim também não beira a esquizofrenia??
    Ficar tentando o tempo todo ler nas entrelinhas?
    Acho q tem ocasiões q merece-se dar atenção às entrelinhas, mas em outras… não vale nem à pena saber q elas existem.
    Eu tento levar a vida, o mais leve que dá. E fim.

    Beira a esquizofrenia e traz muito sofrimento… mas… fazer o que, né?

  5. Eu também nunca li nenhum texto dela…
    Agora fiquei com vontade!

    Mate sua vontade.

  6. Você está assistindo “Queridos Amigos” da Maria Adelaide Amaral?
    É fantástico, para amigos.

    Tô não, Pakay… não consigo ficar acordada… tenho tido muuuiiiitoooo sono…😦

  7. Claudia,
    Tive uma gata linda (roubaram) que dei o nome de Clarice Lispector em homenagem à escritora. Claro que foi a Vivinha quem deu a idéia.
    Bjs

    Uia!!! Sabe que, se tivesse uma filha, daria o nome de Clarisse a ela.

  8. Clau, precisava falar contigo…Entra no msn de manha,,,please,,,

    ok!

  9. Clarice é ótima!! Eu li pouca coisa dela, mas gosto do jeito de escrever que ela tem deixando várias coisas nas entrelinhas.
    Saudadesss!
    Bjsssssss

    Saudades também!!!! Mas a gente vai ser ver em breve, né?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: