Não é nada demais…

… só que o fim do ano tem uma acumulação de situações estressantes. É filho em recuperação, é a aproximação do recesso no trabalho com pilhas e pilhas de processos que precisam ser cuidadas, é a constatação que dezembro tá chegando e que, mais uma vez, você não conseguiu fazer o que planejou nos onze meses que o antecederam. E tudo é pior quando se é uma procrastinadora de carteirinha… como eu sou.

Mas sempre sobrevivo; e de bom humor, pra não ficar cheia de rugas.

Published in: on 26 novembro - 2007 at 6:05 am  Comments (9)  
Tags: , ,